Sunday, 17 July 2011

PRAIA EM HALIFAX

Por esta nem eu e nem vcs esperavam né, praia no pais dos esquimos. Poisé, nao chega bem a ser uma praia, mas pra quem passa o inverno em -20 graus, a primavera entre zero e 10 graus, isso aqui é uma maravilha.




Aqui na Nova Scotia, que eh uma provincia peninsula existem muitas praias. Nova Scotia tem mais de 7000 mk de costa, nao tenho certeza, mas acho que o Brasil nao chega a ter tudo isso. No entanto, logicamente, as aguas do Atlantico Norte aqui nao estao muito longe das aguas que banham a Groenlandia, nem tao longe das aguas da famosa Baia de Baffin, umas das mais geladas do mundo, entre a Groenlandia e o extremo norte canadense.





Entao, as aguas oceanicas aqui sao muito frias, mesmo no verao, nao se cogita pelo menos aqui entrar na agua. Até existem algumas praias bonitas, com boa faixa de areia, mas todo mundo sentadinho, ou jogando aquela bola oval de futebol canadense (sim, aqui nao se joga futebol americano, se joga futebol canadense, quase igual, mas pra eles eh muuuuuuito diferente) de um lado para outro, tipo frescobol.





Pois entao, a alternativa para tomar um banho aqui e se refrescar do calor de 22 graus (sic!) e banhar-se nos lagos. A agua dos lagos por ser quase isolada, costuma ter uma tempatura um pouco mais elevada. Entao, proximo do centro e perto da minha casa tbem, vide mapa, ha o lago chocolate. E a prefeitura colocou uma areia medonha na beira do lago pra galera passar o dia.






Quando cheguei no lago, vi varias pessoas na agua, inclusive crianças. Pensei, opa, finalmente um banhozinho e ainda de agua doce, maravilha, sem sal grudando no pelo ou ardendo o olho. Larguei minhas coisas e logo entrei. E mais logo ainda saih. Hehehe. Sem chance, como diria o personagem do Carandiru. Agua tao fria quanto as tardes de junho da Joaquina, mas para eles, é uma festa, quase um xixi de tao quente.


Soh tive pena da moça ae em cima. Sem discutir religiao, mas o que tem a ver esconder toda a mulher com a fé em Alah? Os caras inventaram isso pra ninguem ver a mulher deles. Mas de que adianta, niguem vê a tua mulher, mas vc também nao vê a dos outros, hehe. E as tadinha sofrendo ae. Fica aqui meu protesto pelo bem-estar das mulheres muçulmanas.

Saturday, 16 July 2011

A AUSENCIA PODE APARECER MAIS QUE A PRESENÇA - Vida e Ciencia

Lah em Pato Branco, em meados dos anos 80 havia um grande granjeiro (como diz meu avô) na comunidade do Passo da Pedra (homenagem ao Cabelo). Este granjeiro tinha de tudo, terras, gado, tratores, F1000 duplada, video-cassete, aparelho 3 em 1,  viajava de onibus leito pra Curitiba anualmente, bebia um Drurys toda noite, e outras coisas mais. Enfim, tava bem de vida apesar da inflaçao.



Mas de vereda, este vivente começou a emagrecer repentinamente, perdia um quilo mais rapido que a Renata Ceribelli. Em poucos meses quando tava de frente parecia que tava de lado, e de lado parecia que jah tinha ido. Pois bem, o indio velho começou a ficar preocupado. O comentario entre a avenida Tupi e a Guarani nao era outro, o Seu Tavarez deve ter pego AIDS na zona. a AIDS tava surgindo naquela época, de vez em quando aparecia algo sobre ela no Fantastico. Por causa disso, medo da AIDS, ele preferiu nao ir se consultar e fazer exames na PoliClinica ou no hospital Sao Lucas, foi atras de um curandor famoso.




O curandor morava no Rincao Torcido, entre os municipios de Palmas e Clevelandia, nas entranhas do sudoeste. Chegou lah e o curandor analisou, analisou, pelou o granjeiro e disse:
- Olha, fique feliz. Pelos ultimos artigos que li no PubMed (curandor baseado na ciencia), nao é AIDS, fique tranquilo, pois se fosse, ia ser dificil curar. Na verdade o senhor tem Solitaria! Soh isso, uma solitaria, e pra resolver isso faremos um tratamento milenar. O senhor vai comer no café da manha durante 30 dias apenas uma banana caturra, uma copo de leite e uma torrada. Sempre nessa sequencia! Soh isso, e volte em 30 dias aqui as 5 da manha em jejum.

E voltou pra casa o granjeiro, com sua F1000, feliz mas tambem duvidando de tudo se resolver de uma forma assim tao simples. Mas seguiu o tratamento a risca. Serah que uma unica solitaria (licença poética para a redundancia) poderia estar roubando toda minha comida??



Depois de trinta por-do-sois, ainda antes do galo pampeano cantar, lah tava o granjeiro, ansioso pra mais uma consulta com o curandor. O granjeiro entrou e jah foi se pelando e deitando na velha maca, em frente a uma prateleira cheia de poçoes, chas e remedios milagreiros. O curandor falou:
- Nao nao, fica de roupa mesmo, soh dê uma frouxada na guaiaca e abre o colarinho da camisa. E te deita ae indio velho.




Deitou, e entao a ajudante do curandor que assim como a do Analista de Bagé tambem se chamava Lindaura, trouxe uma bandejinha com uma banana caturra e um copo de leite.

- Que hora vc costuma tomar café? -  perguntou o curandor.
- Pelas 5 e meia doutor, antes de repontar as vaca pra ordenha.






Entao, o curandor esperou ateh as 6, e sentiu jah a solitaria se mexendo na barriga do granjeiro.

- Lindaura, dê a banana e o leite pra solitaria, quer dizer, pro seu Tavarez.
O granjeiro comeu a banana e tomou o leite. O curandor esperou cinco minutos e percebeu  que o granjeiro tava começando a ficar sem ar. O curando pegou o canivete e foi pra cima do granjeiro. Granjeiro pensou, 'pronto, esse filho-da-puta vai me matar agora e ficar com minha F1000 duplada!'




Nada, o granjeiro viciou a safada da solitaria. Que estava acostumada a todo-santo-dia comer banana, leite e  torrada. Quando, a torrada nao veio, ela foi subindo, subindo, trepando pelo esofago do granjeiro mais magro que o Seu Madruga. O granjeiro ficou sem ar, falta de ar origina vacuo, vacuo faz empuxo, a solitaria subiu ainda mais, alem de estar tarada por uma torrada e quando chegou na goela do granjeiro, o curandor meteu a mao esquerda no pescoço da safada e com a direita passou o canivete. Matou a solitaria, que ainda bem, era soh uma, hehe.



Na foto acima o curandor e a Lindaura exibindo a solitaria retirada do Seu Tavarez.


Pronto. Simples assim,  graças a ausencia da torrada, este caso pôde ser resolvido.

Bom, esta pequena historinha foi soh pra demonstrar a importancia da ausencia. Um dos principais motivos que escolhi em vir aqui pro Canada fazer estagio foi por causa de uns camundongos geneticamente modificados aqui. Ou seja, esses camundongos sao iguais aos outros, com um diferencial apenas, eles nao possuem uma proteina que fica dependurada na beira da célula. Essa proteina se chama A1.




 Os resultados de meus experimentos no Brasil sugeriram que a molecula que eu estudo, que se chama INOSINA,  tem efeito analgésico porque se liga nesta proteina A1. No entanto, uma forma de  saber se realmente a molécula depende dessa proteina para causar efeito e reduzir a dor, é utilizar animais que nao possuem esta proteina.


Logo, se quando eu der Inosina aos camundongos que nao possuem a proteina A1, a Inosina nao mais apresentar efeito, eu poderei concluir que sim, realmente, a Inosina, depende desta proteina para causar efeito analgesico. E assim, descobrir como esta molécula funciona :). Bom, tudo isso expliquei pro meu compadre Alexandre de Blumenau antes de viajar, qualquer duvida falem com ele, ele tah sabendo tudo certinho.




Entao, finalmente, ta ae, o resultado que fez o professor Adair e eu felizes, nos camundongos que nao possuem a proteina A1, a Inosina nao teve efeito analgesico. Logo, eureka, esta molécula precisa desta proteina, é assim que ela funciona! Mais uma vez, demonstrando a importancia da ausencia na resoluçao de um problema.



Portanto, qual a mensaagem que fica? Muitas vezes pessoas que pretendem aparecer gostam de sempre estar presentes em todas as situaçoes. Quando na verdade, muitas vezes a ausencia aparece mais que a presença!

Hehe, que conclusao idiota de bebado de buteco!!!

Wednesday, 13 July 2011

NAO ACEITO DESAFORO



Galera, nada a ver com o Canada. Mas depois de 12 anos consegui publicar uma poesia que fiz na adolescencia, enquanto trabalhava na www.hosonic.com.br, num dia de trabalho duro, hehe. Pois entao, e nao é que o jornalista da RBS publicou mas cortou minhas 4 ultimas estrofes que estavam na segunda pagina.
http://wp.clicrbs.com.br/davidcoimbra/2011/07/13/texto-do-leitor-5/?topo=13%2C1%2C1%2C%2C%2C2

Entao ae vai ela inteirinha pra quem acessou pelo facebook e nao pegou toda, hehe.

NAO ACEITO DESAFORO

Sempre gostei de fandango
De dançar bem apertado
E me sinto contrariado
Se uma china me dá carão
É uma falta de tradição
Para um gaúcho pilchado.

E isto me aconteceu
Na metade do ano passado
Num surungo muito afamado
Que eu fui para dançar
Com o meu cavalo a trotear
Lá pras banda do Lageado.
Cheguei em frente ao pavilhão
Apeei do meu tostado
Deixei o bicho amarrado
Que ali ficou pastando
E eu fui entrando
Do meu jeito esparramado.

Na primeira abrida de fola
Carquei minhas botas no salão
E num baita dum vanerão
Que o gaiteiro velho tocava
A minha linda prenda rodava
Levantando poeira do chão.
Mais pro fim do baile
Umas cinco da madrugada
Avistei uma china sentada
Chamei para dançar
Nem quis se levantar
Como se tasse de cola atada.

Fiquei mais surpreso
Que cusco quando é vendido
Nunca tinha me acontecido
Cosa daquele jeito
Como uma facada no peito
Fiquei ali perdido.
Convidei a prenda de novo
Não tava acreditando
Um carão eu tava levando
Pela primeira vez na vida
Que hora triste e sofrida
Ali eu tava passando.

Olhei bem pra moça
Que tava me dando o carão
Pensei eu não sou peão
Que de grosso só tem a cara
Arrastei a china na marra
Para o meio do salão.

E a mulher esperneava
E me batia naquela hora
Inda bem qu'ela não tinha espora
Se não me enchia de corte
Esta foi a minha sorte
Recordo como se fosse agora.

Quando o chamamé acabou
Da prenda logo larguei
Contigo eu já dancei
Pode seguir sentada
Mesmo que foi contrariada
Desaforo eu não levei.

Pato Branco, 1999

Sunday, 10 July 2011

DECEPÇAO CANADENSE

Bom, como jah falei em posts anteriores, o Canada é uma monarquia constitucional, sendo assim, a Rainha Elizabeth II é rainha aqui tambem. Meses atras quando a aconteceu o casamento real, fiquei impressionado com a multidao acampada em Londres em frente ao palacio ou sei lah aonde pra esperar o casamento. Poisé, nesta época aqui nas bancas e livrarias se vendiam alguns selos parecidos com estes ae embaixo. Com o anuncio: Celebre o casamento real!



Pois entao, e outras lembrancinhas do casamento. E pior, vi varias pessoas comprando, hehe.
Neste dia primeiro de julho, CANADA DAY (ver post abaixo), eles estavam aqui desfilando pela capital Ottawa  e tambem por Montreal, a maior cidade da parte francesa (Quebec). Bom, eles vieram, falaram coisas bonitas, agradaram os canadenses e os quebequences, e todos ficaram felizes. Impressionante como o povo puxa o saco, vai atras, corre, quer fotos, de duas pessoas que podem ateh ser as 2 melhores pessoas do mundo (nao os conheci pessoalmente, hehe), mas publicamente nunca fizeram nada de importante. Sao reverenciados apenas por pertencerem a familia real.



E notem no vestido azul da duquesa, e na cabeça, cheia dos adereços com o Maple ou bordo (simbolo do Canada), e assim a popularidade vai lah em cima, hehe. Viva a Rainha, viva a Princesa, viva o Principe!!!





Bom, eh isso, neste aspecto para mim os canadenses foram uma decepçao. Tal qual os ingleses, eles adoram os reais.

CANADA DAY




No dia primeiro de julho é o feriado mais importante do Canada apos Natal e Ano Novo. É o Canada Day. Celebra o dia que o Canada se tornou um pais independente. Independente é, mas ainda possui como chefe de estado a Rainha Elizabeth II, constituindo uma monarquia constitucional e uma democracia parlamentar. Ou seja, os canadenses votam, escolhem seus prefeitos, deputados, senadores, e estes escolhem o primeiro-ministro, que hoje é Stephen Harper, conservador de direita. No entanto, a familia real londrina tem poder aqui também. Aqui entre nos, toda a familia real inglesa de bobo soh devem ter mesmo aquele feio do  principe Charles.  Afinal, eles conseguiram se manter no poder da melhor forma possivel: nunca trabalharam, herdaram do tatatatatatatatataravô um reino, se livraram do ‘pepino’ de governar e receber criticas e passaram o bastao pro povo se sentir autonomo. No entanto, se a coisa fica feia, culpa do primeiro-ministro, pau no primeiro-ministro, ou no povo mesmo, afinal, porque voces votaram nesse cara? Enquanto isso, os reais ingleses vivem nos seus castelos, como reis literalmente e gastam milhoes em seus casamentos. E ainda, um casamento real aumenta a popularidade da familia real e o orgulho nacional. É pra acabar!!!









Voltando,  o Canada se tornou independente em 1867. A partir de entao comecou a ser chamado Dominio do Canada, justamente por causa desta ligacao ainda com a Gra-Bretanha.  Apenas em 1982 (que foi um ano muito importante para todo o mundo) através do Ato do Canada, ‘caiu’ o Dominio e passou a ser chamado apenas de Canada. Entao, surgiu o Canada  Day.










O interessante do Canada Day, é que realmente este dia é celebrado por quase todos os canadenses (excecao dos Quebequenses, no proximo post). Eles nao ficam em casa, ou vao pra praia, pro açude, pro msn ou algo assim. Eles nao usam o feriado como um dia para descansar. Eles celebram o dia na ruas, nas praças, nos parques. Muitos eventos, shows, apresentacoes folcloricas e esportes sao organizados neste dia por todo o pais. Eles se vestem todos de branco e vermelho, pintam a cara com a bandeira do Canada, colocam a camisa da seleçao de hoquei. Penduram bandeirinhas na cabeça, enfim, equivale aos brasileiros em dia de Copa do Mundo. Neste dia é raro encontrar alguem na rua que nao tenha alguma roupa ou adereço fazendo alusao ao Canada.














Para nos brasileiros, contextualizar isso pareceria em primeira instancia uma bobagem, um ufanismo, ou uma idiotice mesmo. Muitos de nos pensariamos, porque sair na rua demonstrando meu orgulho de ser brasileiro, neste pais cheio de politicos ladroes, safados e corruptos? Nao soh politicos, mas eleitores que pedem vantagens e indicacoes a politicos.  Cheio de pessoas que acham legal e bonito furar a fila do banco, do transito, do RU? Que estacionam em vagas de deficientes?  Cheio de pessoas com preconceito racial, religioso, etnico, sexual, social, educacional? Realmente, se pensarmos assim nao dah nenhuma vontade de sair na rua né. Mas enfim, sobre o Brasil cada um de nos tem uma opiniao diferente de como mudar, quando vai mudar, se um dia vai mudar....





Outro detalhe que me chamou muita a atençao .Todos sabem que no Canada ha muitos imigrantes, e o Canada deseja recebeer imigrantes qualificados para crescer mais, afinal um pais quase do tamanho da Europa com a populaçao menor que o estado de Sao Paulo. É perceptivel tambem o quanto estes imigrantes, na graaaaaaaaaaande maioria chineses, coreanos, arabes e indios curtem 'ser' ou ' estar' canadenses. Percebo que ha um esforço publico para acolher bem estes imigrantes, e fazerem eles se sentirem tambem canadenses. Pois eles tambem desfilam com suas bandeirolas nas cabeças. Acho legal, pois se o cidadao chega aqui e se sente acolhido realmente como cidadao, como participante da sociedade, com certeza este cara vai se dedicar e respeitar mais o pais, mais um a ter orgulho e trabalhar por ele e pelo pais.


Mas entao, sera que os canadenses saem pras ruas pra comemorarem o dia do Canada porque eles sao menos corruptos, menos malandros, mais educados e respeitadores? Ou devido a este orgulho e respeito pelo pais, eles se sentem na ‘obrigaçao’ de serem mais corretos, mais éticos, mais tolerantes? Nao sei, é a historia da Tostines ou do ovo e da galinha. Mas como diz o Chicoh, no Alto da Compadecida: Soh sei que é assim!




PS - tirei uma fotinha tbem pra entrar na onda